Time Lapse

(estive ontem à noite na festa de despedida de um colega de trabalho que vai para a reforma. a simples expressão «ir para a reforma» é extremamente violenta. por mais que tenhamos brincado, por mais que lhe tenhamos dito que agora é que era, que tinha tempo para tudo – viajar, gozar a vida, não ter horários nem obrigações, – por mais que lhe tenhamos invejado o seu novo estado, nenhum de nós, empregados activos, mecanizados, quereríamos trocar com ele e «ir para a reforma». oferecemos-lhe um relógio, um presente hilariante, um cartão assinado cheio de votos e alguns, eu, ofereceram-lhe uma mão na mão, uns olhos nos olhos e reavivaram o prazer que tinha sido o trabalho em conjunto. quando se lhe assomaram umas lágrimas nos olhos, a boca lhe tremelicou e reparei melhor nas suas rugas, percebi com toda a clareza a passagem do tempo, a navegação do relógio biológico, o ontem, o hoje e talvez o amanhã.)

Anúncios

4 thoughts on “Time Lapse

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s