Homens-maridos foleiros

Se há coisa que detesto são homens de linguagem amaricada, daqueles que mandam «jinhos», «jokas», «jokinhas» e pior, daqueles que nos chamam «kida» e «fofinha». Passo-me com semelhantes atribuições e acreditem, são tão «usualmente comuns» que metem raiva, eu então fico imediatamente perturbada e com reacções alérgicas que se manifestam com urticária inflamatória, brotoeja convulsiva e insuportáveis comichões na uretra. Perdoem-me os homens que me escrevem, que lêem este pasquim, de quem eu até gosto muito e que muito de vez em quando lá lhes salta um «jokinhas», que eu sei que o fazem porque são «amorozinhos», «tá»?
Mas dizia eu que recebi um convite de um marido de uma amiga minha, persistente e sem qualquer dos meus contactos me conseguiu encontrar por «portas e travessas», para participar na festa surpresa que quer fazer à mulher. O texto do convite é de ir às lágrimas, com um palavreado cheio de merdices do tipo, «festa surpresa das 50 primaveras» que «a festa vai ser simples, no momento actual, o mais importante é estarmos juntos» e atreveu-se a escrever uma espécie de poesia, ou coisa que o valha, a qual transcrevo porque tenho em mim um bocadinho de sadomasoquismo, e é assim:

À nossa Querida Menina
Que Mulher e Mãe se tornou
Tão Amada
E que tanto Amor dá

Vamos todos nos reunir
Para um Hip Hip Hurra dar
Em seu nome
Para mais Primaveras viver

Os Pais, a Mana
A Cara Metade
Os Filhos
Família e Amigos

Todos nos queremos juntar à Festa
Dar-lhe um mimo
Um carinho
Que tanto merece

Anexado ao texto do mail, envia uma fotografia deles os dois que sinceramente, estão gordos e feios, com o castelo de Óbidos atrás e uma dedicatória chapada no topo, «no dia do teu aniversário, realiza um desejo, acredita num sonho, abraça o mundo….», portanto, uma cantilena quase pornográfica e, envia igualmente uma folha de cálculo em Excel com a relação de comes e bebes que solicita aos convivas para levarem para a festarola sem que antes, não tenha agradecido a todos com um singelo, «bem hajam».
O título da listagem acabou comigo.

festarola

Anúncios

17 thoughts on “Homens-maridos foleiros

    1. Escrevi-lhe assim:

      Meu caro Luís:
      Isto é que é trabalhar em prol do casamento, sim senhor!
      Ora bem, tenho a dizer-te que não vou poder estar presente às 15 horas, tenho uma série de actividades no sábado e não estarei despachada tão cedo. Não sei até que horas prolongarão a festa mas a mim só me daria jeito mais para o fim do dia e talvez passe para dar um abraço.
      Sorry…
      L

      ao que prontamente me respondeu, garantindo-me que ama a mulher e que conta com a minha presença.

  1. ahahahahah
    quando quiseres fazer uma festa avisa me Luisa
    já sei que é com tinto e rock. quem sabe, do progressivo sinfónico. quem sabe ahahah

    mas que paneleirice pá..

    ía escrever aqui beijinho Luisa.
    vou mudar para toma lá um beijo Luisa :P

    paulo

  2. Este tipo de coisas surpresa causa-me confusão mas pronto sempre fui esquisito, os “inhos” e as “inhas” também; novamente a minha esquisitice. Mais confusão ainda me faz ver uma senhora a chamar de “bébé” um marmanjão qualquer que já tem idade para ser avô, mas como dizia o meu (o avô): enfim paneleirices!

    E esta mer** de para qualquer coisa lá vem o excell grrrrr….este mundo está podre! Tudo muito

    Para si Luisa deste leitor vai uma respeitosa…vénia! :)

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s