O comentarista do Reino de Papelão

print screen retirado do jornal Negócios Online em 28-01-2013

print screen retirado do jornal Negócios Online em 28-01-2013

Resposta a Camilo: 

Portugal pouco valeu a pena aos nossos bisavós, aos nossos avós, aos nossos pais, até a nós próprios que por cá andamos a gemer, ou aos nossos filhos que nos deixam de mochila às costas para tentarem que a vida lhes valha a pena noutro lugar, noutro país. Portugal está a valer a pena aos credores, como sempre valeu aliás, o pouco que se vai produzindo é imediatamente arrecadado por quem eternamente nos empresta dinheiro. Portugal vale a pena para banqueiros, como Ricardo Salgado, que vai manuseando o dinheiro, seja de entrada, seja de saída, e por cada passagem cobra um imposto que lhe permite ganhar poder junto de quem pode. Portugal, Camilo Lourenço, já só vale a pena por podermos aqui, falar português.

escudo

Anúncios

3 thoughts on “O comentarista do Reino de Papelão

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s