Dar um murro…

Por mim, pela minha filha, pela minha mãe, pela minha irmã, pelas minhas amigas, pelas amigas da minha filha, pelas magras e pelas gordas, pelas pretas e pelas brancas, pelas pobres e pelas ricas, pelas jovens e pelas mais velhas, pela nossa existência e pela existência dos nossos filhos, é preciso castigar exemplarmente os crápulas que passam pelas nossas vidas.

(um aplauso para a campanha)

Anúncios

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s