Feira da Musgueira *

Adoro feiras. Não digo isto para ser um cliché, gosto mesmo. Há um espírito de comerciante dentro de mim. Gosto de confusão, tropeçar nas estacas espetadas no chão de terreiro onde se amarram cordas de sustentação das tendas, ficar com o casaco preso em varas, arames e arbustos, dar encontrões nas pessoas que passam distraídas a olhar, sentir uma mistura de cheiros petisqueiros, que tanto me abrem o apetite pelo vapor das bifanas quentes que são metidas no pão, como me enjoam pelos odores das cervejas bebidas pelos gargalos e copos de vinho tinto que se intensificam perto da banca dos queijos. Gosto de ficar atarantada pelo berro do cigano que anuncia repetidamente, numa voz mal colocada que lhe sai das entranhas, camisolas a 5€. Gosto de ver as ciganas que se prantam no meio das ruas a atrapalhar a passagem, com braçadas de malas contrafeitas e chiques e mais sacos pretos de plástico cheios de porta-moedas, cintos e echarpes coloridas. Gosto de ouvir os homens a dizer asneirões a falar uns com os outros enquanto passam por ali, feira acima, feira abaixo. Gosto de ver o sururu repentino de um feirante atrás de uma pretita pobre a chamá-la de ladra porque não lhe pagou o saco dos tomates, e ela abre a sacola e não desmente e diz-lhe que fique lá com os tomates que também não precisa e ele, inesperadamente, vê-se com um saco de tomates maduros na mão e com a confissão da pretita que se vai embora com o filhito pela mão. Gosto do monhé de turbante mouro que, tanto vende de turbante mouro na Musgueira como no Paquistão. Gosto da porcaria, de provar uma fruta sumarenta, de apalpar os pimentos, de ver a farturinha de cores, de regatear os pés de couve tronchuda que fui comprar, de saber que me tentam enganar quando me dizem que aquelas por serem aquelas são mais caras, gosto de me tornar saloia enquanto ali estou e de gritar lá para dentro da banca a perguntar: – olhe lá, quanto é isto? – e o homem diz: – é tanto! – e a mulher do homem diz ao mesmo tempo: – é outro tanto! – e eu fixo-me no que me fez o preço mais baixo e digo-lhe que levo assim e vem o outro dizer que não, e eu digo-lhe que assim não levo, e aquilo acaba com um assentimento conjunto de casal que às tantas perde o amor ao dinheiro e me diz: – tá bem, leve lá!
Sabe-me bem encontrar outros jovens agricultores como eu a mirarem alfaias e a apreciarem a robustez das plantas a plantar. Às tantas estamos todos encostados aos caixotes a falar da lesma deste ano mais o feirante a mandar bitaites. Este ano a lesma está-lhe a dar com força, as cabras comem mais do que nós, uma praga. Temos um ódio às lesmas como os judeus aos palestinianos, caracóis somos unânimes, esmagados com os pés é a solução, também se pode pôr o produto mas as gajas são malhadiças já não morrem, até as formigas, outra praga, pegam em cada bolinha azul e é vermo-las com ela às costas a levar para o buraco. Transformam aquilo em matéria orgânica, são umas técnicas altamente especializadas.

Ouvi um dia dizer ao Nelson Trindade que os supermercados e os centros comerciais são as feiras de antigamente e são. A civilidade da minha estação não me permite ir desarranjada como vou para a feira, à balda, igual aos outros, onde há vermelhos misturados com castanhos e cor-de-rosas com azuis-escuros, cores que me deixam a pensar…

(estas fotos não têm pretensão nenhuma nem de nada. nem sequer gosto de tirar fotografias, nem sequer tenho máquina, ou melhor, tenho 3 automáticas, com as quais nunca ando porque me enfastiam. a única coisa que me leva a registar imagens é porque me avivam a memória e consigo dizer qualquer coisa sobra elas. ou talvez não.)

feira_musgueira_1
feira_musgueira_4feira_musgueira_6feira_musgueira_5feira_musgueira_3feira_musgueira_2feira_musgueira_7

 

* corrigiram-me, disseram-me que aquilo não é Musgueira, são Galinheiras.

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s