Cordão umbilical

M. A. C.

Maternidade Drº Alfredo da Costa

Manuel Vicente Alfredo da Costa, nasceu em Margão, Índia Portuguesa, no dia 28 de Fevereiro de 1859. Era filho de Bernardo Francisco da Costa. Aos 9 anos vem para Portugal com os seus pais.
Termina em 1884, de forma brilhante, a sua carreira académica. No ano seguinte é nomeado Cirurgião do Banco do Hospital de São José. Em 1887 passa a exercer docência na Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, como Demonstrador de Cirurgia.
Em 1889, passa a lente substituto de Cirurgia. Em 1897 sucede ao seu antigo professor, Abílio Mascarenhas, como lente de Obstectrícia.
Devem-se ao professor Alfredo da Costa as primeiras colecistectomias e a operação de Estlander em Portugal, bem como a introdução do método de Volkman na cura do hidrocelo.
Foi um dos fundadores da “Revista de Medicina e Cirurgia” e colaborou no “Jornal da Sociedade das Ciências Médicas”.
Como um dos colaboradores da Rainha D. Amélia, presidiu à Comissão Técnica de Assistência Nacional aos Tuberculosos. Pertenceu à Academia das Ciências e à Sociedade das Ciências Médicas, da qual viria a ser seu presidente em 1905 e 1906.
Faleceu em 2 de Abril de 1910, sem ter visto realizado o seu grande sonho – a construção de uma Maternidade.

Pari dois filhos perfeitos na Maternidade Alfredo da Costa e sou contra o seu fecho pelo governo de abortos que lidera actualmente o meu país!

Anúncios

2 thoughts on “Cordão umbilical

  1. só dar te um beijinho Luisa.
    eu acho que esta cambada de abortos está se a marimbar nas pessoas. tu sabes isso.
    eu sei isso. e até eles, que nunca se enganam, e raramente têm duvidas, sabem disso. pior. gostam disto.

    as minhas filhas nasceram aqui em Leiria onde vivo e trabalho. mas não são raros os testemunhos bons que me chegam, sobre a fantástica MAC. há laços que se criam. só quem é insensivel não compreende isso. eu compreendo te. muito bem.

    obrigado

    paulo

    1. A MAC é uma escola de Vida. As minha breves estadias naquela casa são inesquecíveis pela riqueza dos momentos que passei com os meus filhos e com as outras mulheres. Tivesse eu 10 filhos e os 10 nasceriam lá.

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s