Truffaut

“L’Homme qui aimait les femmes” de François Truffaut en 1977

(das coisas que gosto mais nos filmes do Truffaut é da voz dos homens; é sempre metálica e grave, fica-me no ouvido pela sensação deliciosa que me provoca; a voz, pode transformar um homem aos olhos de uma mulher)
(obrigada Google, pela lembrança)

Anúncios

2 thoughts on “Truffaut

  1. percebo. entendo. os testemunhos que me chegam ou que me chegaram, vão todos nesses sentido. estou a falar do encanto desse tipo de voz masculina, aos ouvidos de mulheres sensíveis e inteligentes. eu sou, sempre fui, extremamente sensivel ao som. desde que me lembro :) mas eu sou homem. não sou mulher. e há várias coisas que me fascinam nos filmes franceses. não sou conheçedor ao ponto de os distinguir pelos realizadores. mas aquele som, que vem da rua, dos mercados, das ruelas, em Paris suponho, som que pareçe vindo de uma caixa de musica, mas vem dum acordeon, mas que dá cor e vida ao filme, por si só, é extraordinário. nunca estive em Paris. mas conheço bem quem já lá viveu.
    deve ser o equivalente ao som que faziam aqui os amola tesouras e facas :) faz parte. ou fazia.
    :)

    obrigado

    paulo

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s