The Girl with the Dragon Tattoo

Venho do 1º episódio da trilogia Millenium, este, The Girl with the Dragon Tattoo, a que os brasileiros chamam, Os homens que não amavam as mulheres e por cá o cognome ficou, Os homens que odeiam as mulheres. O filme é belíssimo e de uma violência atroz.
Contrariamente ao que diz o Jorge Mourinha no Ípsilon, na minha opinião a Rooney Mara vai muitíssimo bem no papel da Lisbeth – hacker, gótica, urbana, habituada a junckie food e a não ter amanhã. Protagoniza cenas incríveis, e não vejo que mais se possa pedir a uma miúda com um ar terrivelmente frágil que incomoda os espectadores do principio ao fim.
O design da Opening Sequence do filme é do melhor que tenho visto e a banda sonora, um estrondo.

Mas deixem que vos diga, os títulos português e brasileiro são completamente idiotas, porque ali, quem odeia os homens são as mulheres, e com toda a razão. Como sempre.

Anúncios

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s