Portugal 6 – Bósnia 2

Fui à bola e que se lixe mas ali parecemos todos felizes!
E a Troika que vá bugiar, porque acabamos de ver aquele chuto de bola parada do Ronaldo que resultou em golo, demos saltos de alegria e não vamos pagar a porra de impostos nenhuns por termos olhado uns para os outros e nos termos abraçado em uníssono pelo feito do nosso menino. O Gaspar que meta o nariz no orçamento e se masturbe com tanta excitação numérica porque o Nani fez para nós um golaço com um pontapé certeiro que nem em sonhos estávamos à espera e aquilo pôs-nos doidos nas bancadas e aí gritamos 1000 vezes por Portugal. O Passos Coelho que volte à vida de Administrador de Empresas Fictícias porque a gente não lhe liga nenhuma, fantoche de papelão com arremedos salazarentos, tivesse ele visto aquela grandeza que foi o golo do Miguel Veloso e nós a pensar que seria o Ronaldo a pontapear, os dois entenderam-se tão bem na alegria que nos queriam dar. O Álvaro, mais a Cristas, e a Paula, o Portas, o Crato, o Relvas e o da Defesa, que se deixem de palavreado que está tudo careca de os ouvir com fantasias, magia foi o que fez o Postiga que meteu a cabeça à bola e não descansou enquanto não viu crescente o marcador e nós rendidos ao que se passava naquele relvado, púnhamo-nos de pé, batíamos palmas e pedíamos-lhes só mais um. E depois gritámos muito por Portugal, fizemos a hola dezenas de vezes coordenados e certeiros, cantámos o hino nacional a meio do jogo num estádio lindo de casa cheia e estávamos lá todos, mais o Figo e o José Cid e o Paulo Bento a dar saltos de contentamento com os rasgos inteligentes dos rapazes.
Eh pá e a propósito, ó Duque, vai-te foder mais os filtros à informação que queres que estes filhos-da-puta que nos governam façam no canal televisivo que o povo paga. Pega na pasta e retorna à escola, vá lá, desinfecta.

VIVA PORTUGAL, carago!

5 thoughts on “Portugal 6 – Bósnia 2

  1. Eu não fui. Mas vi, e na altura do hino, ao ver aquele estádio maravilhoso, em peso, a cantar o nosso hino, senti as lágrimas a correrem-me dos olhos. De alegria, e de orgulho, por ser deste país, por ser PORTUGUÊS. E de raiva, e de dor, e de desespero, por ver o que está a fazer a este país, ao meu país, esta choldra de malandros, de grandes filhos de puta, a que chamam governo.

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s