Apontar para prisão

Já ontem larguei esta deixa nas redes sociais a que pertenço (Facebook e Twitter), as tais que geram e fazem agigantar muitos movimentos de libertação por esse mundo fora.
Está na hora desta nação, tão dada a gadgets e novas tecnologias, pôr em prática com efectiva utilidade o recurso às redes virtuais de socialização, para pôr fim a um reinado. Desta vez não é para libertar é para prender.

Com mãos se faz a paz se faz a guerra.
Com mãos tudo se faz e se desfaz.
Com mãos se faz o poema – e são de terra.
Com mãos se faz a guerra – e são a paz.

(Manuel Alegre – As Mãos)

HÁ UM MALFEITOR NA MADEIRA PARA SER PRESO E OS SEUS BENS PENHORADOS.

Links úteis:

Alberto João Jardim rejeitou hoje a existência de uma “dívida oculta”

Guilherme Silva-PSD, defende Alberto João Jardim

António José Seguro, “é altura do primeiro-ministro e líder do PSD não se refugiar no silêncio

Avaliação do INE e do Banco de Portugal sobre as contas da Madeira detectou dívidas

Não estamos em tempos de brincadeiras e, a dele, já foi longe demais

Anúncios

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s