Autobiografia de Nicolae Ceausescu

Assisti aos 180′ da The Autobiography of Nicolae Ceausescu, compilação de filmes existentes, que o realizador bem ‘remasterizou’ e retocou, filmados desde a morte do seu antecessor, Gheorghe Gheorghiu-Dej, passando pela nomeação de Ceausescu a Secretário Geral do Partido Comunista Romeno (1965) e chegada ao poder tomando a presidência do país de 1967 a 1989.
Desengane-se quem pensa vai assistir a um Ceausescu mau, intolerante, repressivo, malévolo, assassino. O filme toma o título de Autobiografia e realmente é isso mesmo, Ceausescu mostra-nos o que fez pelo país, como incrementou a indústria, a agricultura e a ciência, como foi amado, respeitado, aclamado pelo seu povo e pelos povos que visitou com especial relevo para as visitas oficiais às ditaduras comunistas existentes na época e ainda hoje, como a da China e a da Coreia do Norte. Tem-se unicamente uns laivos de que tudo se passava sob uma governação totalitária, com a intervenção de um camarada de partido que num congresso se atreveu a pôr em causa a continuação da liderança por Ceausescu, mas que logo foi engolido por uma multidão que aclamou o adorado líder, um aconselhamento aos artistas para que escrevessem mais textos sobre a ideologia e doutrina comunista porque o resto não interessava nada, uma pergunta sobre quem autorizou o genocídio de Timişoara e uma pequeníssima cena com as figuras decrépitas e já muito velhas de Ceausescu e Elena a serem julgados em tribunal popular.
Tudo o resto são aplausos, paradas magnificentes, ordem e respeito, empreendedorismo, auto-suficiência de um país, criação de emprego, evolução na indústria, agricultura e ciência e a satisfação estampada no rosto do povo.
Impressionou-me o discurso que Ceausescu fez aos seus ministros sobre a situação do país, talvez no início de um novo ano, pois tinha havido um decréscimo no PIB do ano anterior, a força com que lhes pediu mais trabalho para a promoção do crescimento, foi notável.
A relação entre o casal é muitíssimo interessante de apreciar, eram visivelmente uns companheiros inseparáveis e Elena uma mulher espertíssima.
Ficava perfeitamente mais três horas a ouvir contar mais História e venha mais cinema assim, é um prazer.

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s