Voa cavalinho, foge!

Este ar húmido, este ventinho denunciador de borrasca, esta chuva miúda outonal, este chão molhado que me traz a indelével Rute,

(…) “Comme d´ habitude” saiu para passear junto ao rio, não importa qual nem em que ponto até ao mar.
Podia sentir a neblina e os seus golpes na neblina.
Teve por momentos a sensação que conseguia aquecer tudo em seu redor. Conseguia sentir e perceber os cinco sentidos da terra, as árvores enormes e os pequenos arbustos, os odores do rio tão confusos e mesmo a ponte romana humana.
Rute quis fazer parte daquele rio, quis ser misturada nos odores e nas cores e em tudo.
Mijou como se contribuísse para a humanidade e para fazer parte dela. Mijou com a convicção de que aquele rio levaria uma parte de si a todas as moléculas que conseguia perscrutar em seu redor…e mais longe. (…)

r.m.

Quem está aí para me fazer isto?
Porque me são intermináveis estes pensamentos?
Como se alguém, amiúde, me batesse à porta e eu sentada à mesa da cozinha a comer uma fatia de melão maduro, e com mansidão levanto-me e morosamente passeio o corredor até à entrada e pergunto com voz segura, quem é, e nunca ninguém responde, até porque não vejo vivalma pelo óculo que espreito com um olho perscrutador até o embaciar. Mesmo abrindo a porta miro o patamar vazio de almas e nem uns pés em corrida sinto a descer as escadas do prédio, em fuga.
Espíritos que vão e voltam como uma garrafa decrépita vagueia no bater das ondulações de uma praia num mar ensimesmado pelo vento do oceano, onde se debate o teu veleiro, guiado pela Markab, em espuma do Atlântico, morto por chegar.
Fico assim com ataques de bondade, bonomia de beijar inválidos, velhos e desconhecidos, telefonar aos distantes e acolher a simplicidade da vida.
Que fraqueza exposta nesta transparência do ar limpo e escorrido pela chuva miúda que lava a paisagem do pestanejar vagaroso dos meus olhos!

Leva-os Pegasus, cavalinho lindo, galopa com eles nos teus alforges acetinados debruados com querubins. Foge longe!
Hey oh!

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s