A Direita que gostava de ser Esquerda

Tudo começou quando o líder do CDS afirmou que em questões sociais se sentia mais à esquerda do PSD. A resposta do lado laranja não se fez esperar. Num almoço em Penafiel, o líder laranja criticou os Governos de José Sócrates por terem constituído uma sociedade pobre com uma minoria cada vez mais rica. E, assim, na última semana de campanha, Pedro diz a Paulo que não há ninguém mais social do que ele e Paulo salta à esquerda e atira-lhe que não há ninguém mais preocupado com os pobres e desfavorecidos do que ele. (in CM)

Estes tipos da DIREITA são uma anedota!
Procuram por todos os meios identificar-se com a ESQUERDA, parecerem-se com a ESQUERDA, tomar ares de ESQUERDA, rebuscarem expressões da ESQUERDA, comportamentos de ESQUERDA, porque afinal e bem lá no fundo, têm vergonha de nesta conjuntura, se dizerem de DIREITA. Mas depois engendram um palavreado maldizente, no alto dos nós de gravata de seda com que se apropinquam, para criticar a governação socialista, social e assumidamente de ESQUERDA levada a cabo por Sócrates, deixando no entanto antever, como gato escondido de rabo de fora, como eles, os mal-assumidos-de-DIREITA, a desejariam ter feito.

Como dizia o Srº João, o meu homem do talho: – ó menina, c’um país em crise, com tanto desempregado, onde já se viu ir ganhar um governo de Direita?! Os governos de Direita, são amigos é dos patrões, não é dos empregados!

Anúncios

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s