‘Petiscar’ garotas

Um noivo completo

Há um casal que eu conheço que me parecia exemplar. Quando juntos, eram carinhosos, cordatos, educados e, aspecto mais importante, riam em conjunto das mesmas coisas.
Ele, bonitão de olho verde e ar desportivo, ela, linda, loura de olho azul e com um ar jovial ainda. Têm 3 filhas, 3 raparigas, bonitas e perfeitas. Ele, tem o chamado, ‘bom’ emprego, isto é, aufere um rendimento altíssimo, sem um esforço compatível. Ela, hospedeira de profissão, deixou o emprego a pedido do marido: ele ganhava mais que o suficiente, as pequenas precisavam de apoio e ele não a queria no ar, queria-a em terra.

Soube hoje, que ele gosta de garotas. Gosta de ‘petiscar’ garotas. Portuguesas, brasileiras e estrangeiras no geral.
Soube hoje que ela sempre soube dos manjares dele. Soube hoje que ela sempre soube e sempre perdoou, porque ele jurava-lhe que era a última vez, porque têm 3 filhas em comum, porque não tem emprego, porque dar um murro na mesa é difícil e porque gosta dele.
Soube hoje que ele lhe bateu. Ela, cansada da traição e perante o conhecimento do affair actual, chamou-o à razão, gritou e chorou, mostrou-lhe as fotografias das filhas, disse-lhe que o deixava, disse-lhe que o amava, fez-lhe uma ‘cena’.
E ele bateu-lhe.

Mulheres, nunca obedeçam a pedidos, nunca se sujeitem, nunca acatem, nunca silenciem, nunca se isolem, nunca permitam, nunca cedam. Nunca por um homem.

“Aquele que conheceu apenas a sua mulher, e a amou, sabe mais de mulheres do que aquele que conheceu mil”
(Leon Tolstoi)

Anúncios

One thought on “‘Petiscar’ garotas

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s