Desemprego

“A taxa de desemprego em Portugal estimada para os últimos três meses do ano passado foi de 11,1%…”
“O PSD considerou hoje a taxa de desemprego no final de 2010 como “muito, muito preocupante”…”
“Número de desempregados na região Sul do País tem vindo a aumentar…”

Admiração?

O desemprego sobe vertiginosamente nos países que produziam o que a China passou a produzir. O Ocidente civilizado, teima em concorrer com um mercado de trabalho selvagem e as políticas vão no sentido de nos tornarmos também selvagens para os podermos enfrentar.

Ridículo, não é?

Meço o desenvolvimento de um continente ou país por: educação, esperança média de vida, mortalidade infantil, qualidade de vida, nível de emancipação da mulher, nível obrigatório de escolaridade, qualidade da habitação, qualidade da alimentação, acesso à justiça, direitos laborais, acesso a cuidados de saúde, ou seja, pelo chamado índice de desenvolvimento humano. Também considero para avaliação: a riqueza, o PIB e o nível de industrialização.
Na minha visão pessoal, é pelo índice de desenvolvimento humano que se deve estabelecer a real diferença entre países sendo que, o melhor índice de desenvolvimento humano, ‘ainda’ é encontrado no chamado mundo ocidental e nalguns países ocidentalizados, como por exemplo o Japão.

O mercado de trabalho chinês é selvagem.

Se nos tentarem impor, (aos trabalhadores do mundo ocidental), (e para lá caminharemos), as condições, horários, remunerações e as inexistentes protecções sociais, chinesas, consideraríamos esse facto de intolerável nos nossos padrões de qualidade.

Se nos tirarem do almoço, (e para lá caminharemos), o prato com um pouco de arroz, um pouco de carne, um pouco de salada e uma peça de fruta, e nos substituírem unicamente por uma taça de arroz, consideraríamos esse facto de inadmissível nos nossos padrões de qualidade.

Se nos tirarem a cama, (e para lá caminharemos), na casa, ainda que modesta tenhamos, e nos derem uma esteira para dormir no chão, consideraríamos esse facto de insuportável nos nossos padrões de qualidade.

Constato que, a maior imbecilidade a que estamos a assistir, nós ocidentais, é a de aceitarmos condições que abandonamos na Idade Média, a um país chamado China, pelo simples facto de não o conseguirmos combater de outra forma.
Fazemos obedientemente o nosso Araquiri.

Anúncios

Diga-me...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s